MÊS DE MARIA – Décimo dia: Sobre a Saudação Angélica

Observação Importante

Eis-nos chegados ao décimo dia do mês de Maria. Quanto não seremos felizes se tivermos sido fiéis em tributar-lhe todos os dias nossos cultos, como nós tínhamos proposto! Quanto não terá sido sensível seu coração maternal a estes testemunhos de nosso amor tantas vezes reiterados! Que tesouro de graças não devemos esperar desta Divina Mãe se continuarmos no decurso de todo este mês a honrá-la e a invocá-la com um fervor sempre novo! Procuremos, pois, hoje reanimar em nossos corações os sentimentos de confiança e de devoção para com a Santíssima Virgem. Poderemos empregar para este fim as seguintes práticas:

1. Examinar como temos passado esta primeira dezena do Mês de Maria, e humilhar-nos pelas omissões de que nos reconhecermos culpados;
2. Propor-nos servir a Mãe de Deus com mais fidelidade durante esta nova dezena e prever o que faremos para a honrar e para lhe agradar.
3. Fazer uma nova distribuição de bilhetes e aplicar-nos com mais zelo à prática da virtude que tirarmos por sorte;
4. Fazer hoje alguma boa obra extraordinária em honra de Maria, tal como uma esmola mais considerável, uma ação de caridade, uma prática de humildade ou de mortificação mais contrária à natureza;
5. Rezar com particular devoção o ofício da Santíssima Virgem, ou o da Imaculada Conceição, ou o Rosário, ou a Coroa, ou os sete Gozos, ou qualquer outra oração.
6. Comungar neste dia ou ao menos no domingo mais próximo, segundo o conselho do confessor, a fim de nos reanimarmos no amor de JESUS e de Maria.
Estas santas práticas podem servir para o vigésimo dia do mês, que deve ser também outra época de uma renovação geral no fervor.

ORAÇÕES PARA TODOS OS DIAS DO MÊS

Oração preparatória

Abri, Senhor, a minha boca para louvar o vosso Santo Nome. Purificai também o meu coração de todos os vãos, perversos e estranhos pensamentos, iluminai meu entendimento, inflamai minha vontade para que digna, atenta e devotamente possa fazer esta devoção e mereça ser atendido diante de vossa Divina Majestade. Por Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

V. Sede em meu favor, Deus onipotente.
R. Em me socorrer sede diligente.
V. Glória seja ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo também.
R. Como era no princípio, seja agora e sempre. Amém.

Invocação ao Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo de vosso amor.
V. Senhor, enviai o vosso Espírito e tudo será criado.
R. E renovareis a face da terra.

ORAÇÃO

Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a iluminação do Espírito Santo, fazei que nos regulemos segundo o mesmo Espírito e que gozemos sempre da sua consolação. Por Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Oração de São Bernardo à Santíssima Virgem

Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que tem recorrido à vossa proteção, implorado vossa assistência e reclamado vosso socorro, fosse por vós desamparado. Animado eu pois com uma igual confiança a vós, Virgem entre todas singular, como a Mãe recorro. De vós me valho; e gemendo com o peso de meus pecados, me prostro a vossos pés. Não rejeiteis minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus humanado; mas dignai-vos de as ouvir propícia, e de me alcançar o que vos rogo. Amém.

Ato para antes da meditação

Eu estou na presença de Deus. Ele me vê, me ouve e penetra até o íntimo de minha alma, descobrindo nela os meus mais recônditos pensamentos e afetos. Ah, como poderei sustentar a face do Deus de toda a santidade? Sendo tão miserável pecador, quando penso em minhas numerosas infidelidades, em tantos e tão enormes atentados que tenho cometido contra o meu Criador, o temor e o remorso se apoderam de mim e quase não me atrevo a levantar os olhos para o céu… A vós me socorro, ó divina Maria. Por toda a parte vos ouço chamar o refúgio dos pecadores, a consolação dos aflitos, a Mãe de misericórdia; sede pois o meu refúgio, minha esperança, minha Mãe, e alcançai-me o perdão de vosso adorado Filho.

Piedosíssima Virgem, bem conheceis minha ignorância e fraqueza. Sem os auxílios da graça não sou capaz de bem algum; nem mesmo posso ter um bom pensamento, nem excitar um bom sentimento em minha alma. Dignai-vos, vós mesma ensinar-me a orar. Afastai de mim todas as distrações, derretei o gelo de meu coração, inspirai-me atenção, recolhimento e fervor para fazer bem esta oração.

Sobre a Saudação Angélica

O Anjo Gabriel congratula a Maria.

1. Por suas excelentes prerrogativas;
2. Por sua união íntima com Deus;
3. Por sua elevação acima de todas as criaturas.

Primeiro Ponto: O Anjo Gabriel congratula a Maria por suas excelentes prerrogativas

O Anjo congratula a Maria por suas excelentes prerrogativas: Ave, gratia plena — salve, ó cheia de graça. Com estes termos saúda o Espírito celeste a Santíssima Virgem, como embaixador da augusta Trindade, para lhe anunciar a mais importante, a mais feliz de todas as notícias, isto é, a Encarnação do Verbo. Cheio de veneração e respeito para com aquela que já considera como sua soberana, o Mensageiro celeste não a chama pelo seu nome; mas apelida-a cheia de graça, o que encerra o mais completo elogio e tudo quanto se pode dizer mais glorioso em sua honra. Com efeito, esta Virgem admirável era cheia de graça por todos os modos: em seu espírito, em seu coração, em sua memória, em seus afetos, palavras e obras. Possuía em supremo grau a graça santificante, as graças atuais, as virtudes sobrenaturais, os dons do Espírito Santo; e esta plenitude excedia todos os dons celestes de todos os Anjos e santos juntos. Unamo-nos ao enviado celeste e, penetrados dos mesmos sentimentos, congratulemos a nossa terna mãe pelos tesouros espirituais com que a enriqueceu a mão do Criador. Peçamos-lhe que tenha piedade de nossa miséria e que nos faça participantes das graças preciosas de que ela é cumulada, e das quais Deus a constituiu dispensadora em favor dos homens.

Segundo Ponto: O Anjo Gabriel congratula a Maria por sua união íntima com Deus

O Anjo congratula a Maria por sua união íntima com Deus: O Senhor é convosco, lhe diz : — Dominus tecum. E convosco não só por sua presença e providência, como é com todas as outras criaturas, ou por sua graça e amor, como é com todos os justos; mas é convosco de um modo mais íntimo e mais especial, com uma ternura particular. Quer apertar ainda mais os sagrados laços que a Ele vos unem. Vosso coração já consagrado, santificado por sua presença, vai ser um templo vivo, onde o próprio Santo dos santos estabelecerá sua morada; um santuário onde habitará corporalmente e onde será ao mesmo tempo encerrada a plenitude da sua divindade e da sua humanidade. Nós, em certo modo, participamos da ventura da Santíssima Virgem quando nos achamos em estado de graça. Deus se apraz de habitar em nossa alma. Chega até a declarar-nos que nela encontra as suas delícias. Porém, quando a manchamos pelo pecado mortal, Deus a abandona e a entrega ao demônio. Que terrível desgraça! Ah, peçamos à Virgem Maria, que dela nos preserve para sempre.

Terceiro Ponto: O Anjo Gabriel congratula a Maria por sua elevação acima de todas as criaturas.

O Anjo congratula a Maria por sua elevação acima de todas as criaturas: Vós sois bendita entre todas as mulheres; — Benedicta tu in mulieribus. Sois favorecida e privilegiada sobre todas as criaturas. Semelhante ao lírio, que nasce no meio dos espinhos, só vós fostes preservada da mancha do pecado, só vós sois pura, imaculada e ornada com todas as virtudes. Assim como Eva atraiu sobre os homens todas as maldições, vós atraístes sobre eles todas as bênçãos do Céu. Os Anjos, os homens, todas as criaturas vos bendirão, e vos darão mil louvores. Permiti, ó minha Mãe Santíssima, que una minhas fracas adorações às de vossos fiéis servos, e que celebre vossas grandezas todos os dias da minha vida até que alcance a ventura de vos bendizer, louvar e amar como espero por toda a eternidade.

ORAÇÃO

Ó minha Soberana, ó Mãe do meu Salvador! Vós sois bendita entre todas as mulheres, sois a mais pura das Virgens, a mais perfeita de todas as criaturas. Todas as gerações por excelência vos chamam bem-aventurada. Permiti que, unindo meu pequeno brado a este concerto admirável que de todas partes se eleva e entoa à vossa glória, eu publique vossas grandezas o quanto me for possível publicá-las, que vos ame o quanto puder amar-vos, que vos invoque o quanto me achar em estado de invocar-vos, que contribua para vos fazer honrar o quanto minhas forças, meu zelo e meu amor para isso puderem contribuir. Quisera ver todo o universo prostrado a vossos pés, todos os corações abrasados em vosso amor, para que todos chegassem a amar vosso divino Filho como vós o amastes neste mundo e como o amareis para sempre no Céu. Ó minha Mãe amabilíssima, peço-vos instantemente esta graça, por muito que seja indigno de obtê-la.

EXEMPLO

Triunfo da Imaculada Conceição

O ano de 1629, Fernando III, imperador da Alemanha, vendo-se ameaçado pelos Suecos, recorreu à proteção da Santíssima Virgem. Mandou levantar na praça principal de Viena uma coluna magnífica, ornada com emblemas e símbolos da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. No alto da coluna se eleva a imagem da Santíssima Virgem calcando com o pé a cabeça da infernal serpente. Por baixo se lê esta inscrição em latim:
A Deus ótimo e máximo, soberano Imperador do Céu e da terra, pelo qual reinam os reis;
À Virgem Mãe de Deus, concebida sem a mancha do pecado original, e pela qual os príncipes governam, escolhida neste dia por uma devoção particular para Soberana e
Padroeira da Áustria, Fernando imperador, terceiro do nome, confia, dedica e consagra tudo o que possui: seus filhos, seus povos, seus exércitos, suas províncias, e em memória perpétua desta devoção erigiu este monumento.
Nunca se viu festa mais solene do que a da benção deste piedoso e magnífico monumento. Foi verdadeiramente o triunfo da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. Desde o romper da aurora a Igreja, a praça principal e todas as ruas se achavam cheias de gente. O religioso imperador, acompanhado de seu filho e da sua filha, o legado do Papa, os embaixadores da Espanha e de Veneza, toda a nobreza, todas as comunidades religiosas, todo o clero seguido de uma inumerável multidão do povo se dirigiram processionalmente à Igreja dos jesuítas. A Missa foi celebrada de pontifical pelo príncipe Frederico, bispo de Viena. Depois que o subdiácono, segundo o costume, deu a paz ao imperador, este desceu de seu trono, veio pôr-se de joelhos junto do altar e pronunciou em voz alta a fórmula de seu voto, pelo qual tomou a Imaculada Mãe de Deus por padroeira especial dos seus estados. Prometeu fazer solenizar perpetuamente a festa da Imaculada Conceição de Maria e ao patrocínio desta poderosa protetora entregou sua pessoa, sua família e seus vassalos.
Depois da Missa, o imperador, acompanhado do mesmo séquito, se encaminhou com o Bispo à praça principal, onde se achava erigido o troféu da Conceição Imaculada. Ali, na presença de toda a cidade de Viena, o prelado benzeu esta imponente coluna enquanto era cantada a ladainha de Nossa Senhora ao som das trombetas, dos timbales, dos oboés e de uma salva geral de toda a artilharia da cidade.
Depois que a corte e o povo passaram o resto deste dia nos exercícios da mais terna devoção, um espetáculo dos mais pomposos e edificativos veio terminar esta festa. À noite, enquanto todas as casas da cidade se achavam iluminadas à porfia, e com especial magnificência a praça principal, a coluna cheia de tochas de cera apareceu toda acesa e a imagem da Santíssima Virgem rodeada de um arco-íris de luzes. A presença dos príncipes, das princesas e de toda a sua comitiva realçava o esplendor deste espetáculo brilhante. Passaram-se duas horas em orações e saudações, cantadas pela música imperial, e terminou toda esta pompa religiosa com a benção do Bispo. Não é necessário acrescentar que Fernando colheu em breve os frutos de sua piedosa magnificência pelas bênçãos que o Céu derramou sobre seus exércitos.

PRÁTICA

Tomai o santo costume de rezar a Saudação Angélica ao menos pela manhã, ao meio dia, e à noite. Muitas pessoas devotas a recitam quando o relógio dá horas.

JACULATÓRIA

Ave, Maria, gratia plena.
Ó vós, que sois cheia de graça, recebei minhas humildes saudações.

Ato para depois da meditação

Bendito sejais, meu Deus, pelas graças que acabais de conceder-me durante esta oração, pelas luzes e bons pensamentos que nela me destes, pelas santas impressões com que movestes meu coração, pelas saudáveis resoluções que me inspirastes. Perdoai-me as distrações, as negligências, a tibieza e a resistência à vossa graça, de que me tornei culpado. Virgem Piedosíssima, minha boa e terna Mãe, eu me lanço com uma inteira confiança em vossos braços, para achar em vosso coração um asilo seguro contra todos os perigos a que poderei achar-me exposto. Tomai-me debaixo de vossa proteção; vigiai em minha defesa; trazei-me à memória muitas vezes as minhas resoluções e alcançai-me a graça de as praticar fielmente.

ANTÍFONA

V. Toda sois formosa, ó Maria.
R. Toda sois formosa, ó Maria.
V. E não vos manchou o pecado original.
R. E não vos manchou o pecado original.
V. Vós sois a glória de Jerusalém.
R. Vós sois a alegria de Israel.
V. Vós sois a honra do vosso povo.
R. Vós sois a advogada dos pecadores.
V. Ó, Maria!
R. Ó, Maria!
V. Virgem prudentíssima.
R. Mãe clementíssima.
V. Rogai por nós.
R. Intercedei por nós a Nosso Senhor Jesus Cristo.
V. Fostes, ó Virgem, imaculada na vossa Conceição.
R. Rogai por nós ao Pai, cujo Filho destes à luz.

OREMOS

Ó, Deus que preparastes uma digna morada para vosso Filho, pela imaculada Conceição da Virgem Maria, preservando-a de toda a culpa, pela previsão da morte do mesmo seu Filho, concedei-nos pela intercessão desta Senhora, que purificados de toda a mácula, cheguemos a gozar a vossa vista. Pelo mesmo Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Ladainha de Nossa Senhora

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai do Céu, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho Redentor do mundo que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das virgens,
Mãe de Jesus Cristo.
Mãe da divina graça,
Mãe puríssima,
Mãe castíssima,
Mãe imaculada,
Mãe intemerata,
Mãe amável,
Mãe admirável,
Mãe do bom conselho,
Mãe do Criador,
Mãe do Salvador,
Virgem prudentíssima,
Virgem venerável,
Virgem louvável,
Virgem poderosa,
Virgem clemente,
Virgem fiel,
Espelho de justiça,
Sede da sabedoria,
Causa da nossa alegria,
Vaso espiritual,
Vaso digno de honra.
Vaso insigne de devoção,
Rosa mística,
Torre de Davi,
Torre de marfim.
Casa de ouro,
Arca da aliança,
Porta do Céu,
Estrela da manhã,
Saúde dos enfermos,
Refúgio dos pecadores,
Consoladora dos aflitos,
Auxílio dos Cristãos,
Rainha dos Anjos,
Rainha dos Patriarcas,
Rainha dos Profetas,
Rainha dos Apóstolos,
Rainha dos Mártires,
Rainha dos Confessores,
Rainha das Virgens,
Rainha de todos os Santos,
Rainha concebida sem pecado original,
Rainha assunta ao Céu,
Rainha do sacratíssimo Rosário,
Rainha da Paz,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi- -nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirai os pecados do mundo, tende piedade de nós.

ANTÍFONA

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia…

OREMOS

Infundi, Senhor, como vos suplicamos a vossa graça em nossas almas, para que nós, que pela anunciação do Anjo cremos na encarnação do vosso Filho, pela sua paixão e morte de cruz sejamos conduzidos à glória da ressurreição. Pelo mesmo Jesus Cristo, Nosso Senhor.

R. Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s