MÊS DE MARIA – Vigésimo oitavo dia: Imitação da Santíssima Virgem

1. Nada há mais agradável a Maria;
2. Nada mais glorioso para Maria;
3. Nada mais proveitoso para nós.

ORAÇÕES PARA TODOS OS DIAS DO MÊS

Oração preparatória

Abri, Senhor, a minha boca para louvar o vosso Santo Nome. Purificai também o meu coração de todos os vãos, perversos e estranhos pensamentos, iluminai meu entendimento, inflamai minha vontade para que digna, atenta e devotamente possa fazer esta devoção e mereça ser atendido diante de vossa Divina Majestade. Por Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

V. Sede em meu favor, Deus onipotente.
R. Em me socorrer sede diligente.
V. Glória seja ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo também.
R. Como era no princípio, seja agora e sempre. Amém.

Invocação ao Espírito Santo

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo de vosso amor.
V. Senhor, enviai o vosso Espírito e tudo será criado.
R. E renovareis a face da terra.

ORAÇÃO

Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a iluminação do Espírito Santo, fazei que nos regulemos segundo o mesmo Espírito e que gozemos sempre da sua consolação. Por Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Oração de São Bernardo à Santíssima Virgem

Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que tem recorrido à vossa proteção, implorado vossa assistência e reclamado vosso socorro, fosse por vós desamparado. Animado eu pois com uma igual confiança a vós, Virgem entre todas singular, como a Mãe recorro. De vós me valho; e gemendo com o peso de meus pecados, me prostro a vossos pés. Não rejeiteis minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus humanado; mas dignai-vos de as ouvir propícia, e de me alcançar o que vos rogo. Amém.

Ato para antes da meditação

Eu estou na presença de Deus. Ele me vê, me ouve e penetra até o íntimo de minha alma, descobrindo nela os meus mais recônditos pensamentos e afetos. Ah, como poderei sustentar a face do Deus de toda a santidade? Sendo tão miserável pecador, quando penso em minhas numerosas infidelidades, em tantos e tão enormes atentados que tenho cometido contra o meu Criador, o temor e o remorso se apoderam de mim e quase não me atrevo a levantar os olhos para o céu… A vós me socorro, ó divina Maria. Por toda a parte vos ouço chamar o refúgio dos pecadores, a consolação dos aflitos, a Mãe de misericórdia; sede pois o meu refúgio, minha esperança, minha Mãe, e alcançai-me o perdão de vosso adorado Filho.

Piedosíssima Virgem, bem conheceis minha ignorância e fraqueza. Sem os auxílios da graça não sou capaz de bem algum; nem mesmo posso ter um bom pensamento, nem excitar um bom sentimento em minha alma. Dignai-vos, vós mesma ensinar-me a orar. Afastai de mim todas as distrações, derretei o gelo de meu coração, inspirai-me atenção, recolhimento e fervor para fazer bem esta oração.

Imitação da Santíssima Virgem

1. Nada há mais agradável a Maria;
2. Nada mais glorioso para Maria;
3. Nada mais proveitoso para nós.

Primeiro Ponto: Nada há mais agradável a Maria

A imitação de suas virtudes é o culto mais agradável que podemos tributar à Mãe de Deus. Tudo o que não for esta imitação, não poderá agradar-lhe. Com efeito, como poderá esta Rainha das virtudes aceitar de bom grado algumas orações que se lhe dirigem só com os lábios, algumas práticas que se fazem em sua honra por uma espécie de costume, ao mesmo tempo que quem as faz se entrega a paixões, que Maria detesta, e persevera voluntariamente no desagrado de seu Filho? Mas, se pelo contrário trabalharmos por evitar o pecado, que ela abomina; se trabalharmos por adquirir as virtudes de que nos deu exemplo; se constantemente caminharmos pelos vestígios de seus passos, a nossa fidelidade lhe agradará e ela aceitará com bondade as homenagens que lhe tributarmos.

Segundo Ponto: Nada mais glorioso para Maria

Se o bom procedimento e as virtudes dos filhos servem de glória a seus pais, de quanta glória não será para Maria ver que seus filhos queridos se aplicam com zelo à imitação de suas virtudes? Não poderemos nós por certo melhor glorificá-la do que trabalhando por imitá-la fielmente. Nada lhe dá tanta honra como as virtudes e a vida edificativa daqueles, que lhe estão consagrados. Nada contribui tanto para realçar o seu culto e para multiplicar o número de seus servos. Esta glória de Maria não se limita só à terra, mas estende-se também até ao Céu. E, em verdade, quantos louvores não recebe ela da parte dos Anjos e dos Santos quando introduz na Jerusalém celeste as almas fiéis, a quem mostrou o caminho do Céu, e que se salvaram caminhando constantemente pelos seus passos! Apliquemo-nos, pois, a imitar este admirável modelo de todas as virtudes; Meditemos os belos exemplos que ela nos deu em toda a sua vida santíssima, e procuremos nas ocasiões regular pelo seu o nosso procedimento.

Terceiro Ponto: Nada mais proveitoso para nós

Nada há mais proveitoso para nós do que tomarmos a Maria por modelo. Nada há mais próprio para excitar em nossos corações um vivo desejo da perfeição. Quando há algum sentimento de ternura para com esta Mãe amabilíssima, só este pensamento: Maria praticou tal virtude… Maria teria agido de tal modo na posição em que me acho… só este pensamento, digo, faz nascer n’alma um nobre desejo de a imitar, inspira o amor da virtude e dá forças para a praticar. Pela sua parte, a Rainha dos Santos não abandona filhos, a quem ama, e que ardentemente deseja ver no número dos Escolhidos. Dá-lhes a mão, anima-os, dirige seus passos vacilantes no caminho do Céu, os faz triunfar dos esforços de seus inimigos e não cessa de os proteger até que os tenha conduzido ao porto da bem-aventurada eternidade. Ó, quão desgraçados seriamos, se desprezássemos um meio de salvação tão poderoso e tão fácil!

ORAÇÃO

Ó Rainha dos Santos, eu me extasio de admiração quando considero nas excelentes virtudes de que nos destes tão belos exemplos. Quanto mais medito em todas as ações da vossa vida, tanto mais me convenço que depois de Jesus, vosso divino Filho, sois vós o mais perfeito modelo que pode ser oferecido à nossa imitação. Virgem Santíssima, eu nunca poderei chegar à sublime perfeição a que vós chegastes. Mas, farei ao menos todos os esforços para me aproximar tanto dela, quanto a minha fraqueza o permitir. Espero que me ajudareis e que com vosso auxílio chegarei a adquirir essas virtudes que tanto amais: a humildade, a caridade, a obediência, o amor da vida oculta, o espírito da penitência, o desapego de todas as coisas terrenas. Sim, minha Mãe Santíssima, daqui em diante farei consistir sobretudo a minha devoção para convosco em imitar vossas virtudes. É a mais perfeita vassalagem que posso tributar-vos. É a maior prova que posso dar-vos do meu amor.

EXEMPLO

Práticas de Santo Afonso de Ligório

Santo Afonso Maria de Ligório, canonizado a 26 de Maio de 1839 pelo Papa Gregório XVI, foi um dos mais zelosos servos de Maria e um dos mais Santos Bispos que Deus tem dado à sua Igreja nestes últimos tempos. Nada pode dar uma ideia mais justa da eminente santidade a que ele se elevou do que o testemunho das pessoas que melhor o conheceram, as quais atestaram que conservara a inocência batismal e que não cometera nunca um pecado venial com propósito deliberado. O que sobretudo contribuiu para lhe fazer conservar até a morte este estado de inocência foi a sua terna devoção para com a Santíssima Virgem, à qual se havia consagrado de um modo especial. Penetrado de filial amor e de uma confiança sem limites para com Maria, dirigia-se a ela em todas suas necessidades, certo de alcançar por sua intercessão tudo o quanto pedia, pois que acreditava com razão e afirmava em todas as ocasiões que ela era a dispensadora de todas as graças. Esta Virgem amabilíssima, cujos louvores ele não se cansava de publicar no púlpito e em seus escritos, o enchia dos mais assinalados favores. Na véspera do dia da sua morte declarou ao seu Confessor, que esta amabilíssima Senhora lhe aparecia muitas vezes e o consolava admiravelmente. Afonso era comparado com São Bernardo pela doçura de expressões e abundância de afetos com que celebrava a Maria, tanto vocalmente, como por escrito. Quando pregava em sua honra, concorria uma inumerável multidão de gente a ouvi-lo; falava de suas grandezas com tanta unção que os corações mais endurecidos se abrandavam e convertiam.
Eis aqui, segundo refere o autor das Reflexões sobre a santidade e doutrina e Santo Afonso de Ligório, quais eram as suas práticas de piedade mais ordinárias para honrar a Mãe de Deus. Não deixava nunca de orar todos os dias, prostrado diante de uma imagem dela. Jejuava na véspera de suas festas e nos sábados a pão e água; trazia o escapulário, um rosário ao pescoço e outro à cinta; rezava muitas vezes a saudação angélica; recomendava muito a devoção do rosário. Também sob a proteção da Mãe de Deus, e para a honrar, fez voto de pregar as suas grandezas, de rezar todos os dias o rosário, de se confessar todos os sábados, de fazer tudo o que julgasse mais perfeito, e enfim de nunca perder tempo. Este último voto, que jamais havia tido exemplo, foi cumprido com uma escrupulosa exatidão. Sempre ocupado na oração, no estudo e nas penosas funções de seu ministério, o Santo Bispo consagrava seus momentos livres à composição de um grande número de obras de teologia e de piedade, muitas das quais são destinadas a celebrar os louvores de Maria e respiram a mais terna devoção para com esta Divina Mãe. (Vida de Santo Afonso de Ligório)

PRÁTICA

Proponhamo-nos todos os dias imitar as virtudes de Maria.

JACULATÓRIA

Regina Sanctorum omnium, ora pro nobis.
Orai por nós, ó Rainha e modelo de todos os Santos.

Ato para depois da meditação

Bendito sejais, meu Deus, pelas graças que acabais de conceder-me durante esta oração, pelas luzes e bons pensamentos que nela me destes, pelas santas impressões com que movestes meu coração, pelas saudáveis resoluções que me inspirastes. Perdoai-me as distrações, as negligências, a tibieza e a resistência à vossa graça, de que me tornei culpado. Virgem Piedosíssima, minha boa e terna Mãe, eu me lanço com uma inteira confiança em vossos braços, para achar em vosso coração um asilo seguro contra todos os perigos a que poderei achar-me exposto. Tomai-me debaixo de vossa proteção; vigiai em minha defesa; trazei-me à memória muitas vezes as minhas resoluções e alcançai-me a graça de as praticar fielmente.

ANTÍFONA

V. Toda sois formosa, ó Maria.
R. Toda sois formosa, ó Maria.
V. E não vos manchou o pecado original.
R. E não vos manchou o pecado original.
V. Vós sois a glória de Jerusalém.
R. Vós sois a alegria de Israel.
V. Vós sois a honra do vosso povo.
R. Vós sois a advogada dos pecadores.
V. Ó, Maria!
R. Ó, Maria!
V. Virgem prudentíssima.
R. Mãe clementíssima.
V. Rogai por nós.
R. Intercedei por nós a Nosso Senhor Jesus Cristo.
V. Fostes, ó Virgem, imaculada na vossa Conceição.
R. Rogai por nós ao Pai, cujo Filho destes à luz.

OREMOS

Ó, Deus que preparastes uma digna morada para vosso Filho, pela imaculada Conceição da Virgem Maria, preservando-a de toda a culpa, pela previsão da morte do mesmo seu Filho, concedei-nos pela intercessão desta Senhora, que purificados de toda a mácula, cheguemos a gozar a vossa vista. Pelo mesmo Jesus Cristo, Senhor Nosso. Amém.

Ladainha de Nossa Senhora

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai do Céu, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho Redentor do mundo que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das virgens,
Mãe de Jesus Cristo.
Mãe da divina graça,
Mãe puríssima,
Mãe castíssima,
Mãe imaculada,
Mãe intemerata,
Mãe amável,
Mãe admirável,
Mãe do bom conselho,
Mãe do Criador,
Mãe do Salvador,
Virgem prudentíssima,
Virgem venerável,
Virgem louvável,
Virgem poderosa,
Virgem clemente,
Virgem fiel,
Espelho de justiça,
Sede da sabedoria,
Causa da nossa alegria,
Vaso espiritual,
Vaso digno de honra.
Vaso insigne de devoção,
Rosa mística,
Torre de Davi,
Torre de marfim.
Casa de ouro,
Arca da aliança,
Porta do Céu,
Estrela da manhã,
Saúde dos enfermos,
Refúgio dos pecadores,
Consoladora dos aflitos,
Auxílio dos Cristãos,
Rainha dos Anjos,
Rainha dos Patriarcas,
Rainha dos Profetas,
Rainha dos Apóstolos,
Rainha dos Mártires,
Rainha dos Confessores,
Rainha das Virgens,
Rainha de todos os Santos,
Rainha concebida sem pecado original,
Rainha assunta ao Céu,
Rainha do sacratíssimo Rosário,
Rainha da Paz,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirai os pecados do mundo, tende piedade de nós.

ANTÍFONA

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia…

OREMOS

Infundi, Senhor, como vos suplicamos a vossa graça em nossas almas, para que nós, que pela anunciação do Anjo cremos na encarnação do vosso Filho, pela sua paixão e morte de cruz sejamos conduzidos à glória da ressurreição. Pelo mesmo Jesus Cristo, Nosso Senhor.

R. Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s