A comunhão de Nossa Senhora com Jesus

Temos que procurar o modelo de Nossa Senhora nas nossas comunhões para que todos os dias que nós recebemos Jesus no coração, nós recebamos como se fosse a primeira vez.

Nenhum comentário

Se ontem nós festejamos a Festa de Nossa Senhora da Conceição, cabe, então, hoje nós voltarmos a falar dela e tentarmos ver como que Nossa Senhora comungou com Jesus. Que tipo de comunhão Nossa Senhora teve e tem ainda hoje com Nosso Senhor, porque do modo como Nossa Senhora comunga, nós também comungamos. Podemos ter ali o modelo da nossa comunhão.

A primeira comunhão de Nossa Senhora com Jesus

E nós sabemos que Nossa Senhora começa a comungar com Nosso Senhor, desde o momento em que ela é concebida no seio de sua mãe. A Imaculada Conceição já é uma relação de Nossa Senhora com Jesus. Um Jesus que não existe ainda aqui na terra, só o Verbo eterno de Deus, a divindade de Deus,mas a natureza humana não existe ainda e, no entanto, já está sendo preparada amorada, o habitáculo. Assim diz a coleta da missa de ontem, que o Espírito Santo preparou um digno habitáculo para Jesus em Nossa Senhora, nessa alma imaculada de Nossa Senhora, que não conheceu o pecado original. Então é a primeira comunhão de Nossa Senhora com Jesus no momento que ela é preservada do pecado original, a Imaculada Conceição, e Nossa Senhora nasce sem pecado e sem inclinação de pecado.

A comunhão de Nossa Senhora com Jesus aumenta

Ao mesmo tempo, nós podemos nos lembrar aqui, um dia Nossa Senhora ainda muito novinha, mas já não mais uma criança, recebe uma visita muito especial. Ela recebe a visita do Anjo Gabriel. Ele pede a Nossa Senhora a permissão, pergunta a Nossa Senhora se ela aceita ser mãe de Deus. E Nossa Senhora depois de ter aquelas dúvidas que vieram no seu coração por causada perpétua virgindade a que ela tinha se votado mesmo no seu casamento, Nossa Senhora aceita e diz: “Faça-se em mim segundo a tua palavra”. E nesse mesmo momento – vejam como a comunhão de Nossa Senhora com Jesus aumenta consideravelmente porque passa a existir dentro dela esse mesmo Jesus que nós recebemos na comunhão. Nosso Senhor passa a ser Filho de Nossa Senhora. Ela sendo mãe de Jesus é necessariamente mãe de Deus. Simplesmente Mãe de Deus. Foi preservada do pecado original para ser Mãe de Deus e, assim, Nossa Senhora concebe no seu seio Nosso Senhor Jesus Cristo e vai passar os nove meses de gravidez preparando aquele corpo, preparando aquele sangue como toda mãe faz com seus filhos. Só que é o Corpo de Deus, é o corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo, é aquilo que na hóstia consagrada nós recebemos e que vem dentro de nós também, para nos trazer a graça.

Comunhão de Nossa Senhora tendo seu Filho no colo

Depois, em um terceiro momento de comunhão, Nossa Senhora dá a luz a seu Filho em Belém. Nossa Senhora em Belém com São José numa estrebaria porque não tinha lugar para eles. Passa aquele sofrimento todo,aquela viagem toda e num determinado momento vem à luz o Filho de Deus. Nosso Senhor Jesus Cristo nasce no colo de Nossa Senhora. Vejam como já não é mais o corpo de Jesus sendo formado no seio de Nossa Senhora, agora é uma criancinha no colo de sua mãe. E Nossa Senhora passa a ter então uma comunhão com Jesus ainda maior, porque agora ela pode abraça-lo. Ela dá seu leite pra ele, ela alimenta seu Filho e ela vai dar em toda infância de Jesus a educação que os pais costumam dar aos seus filhos. Mesmo Ele sendo Deus. Nosso Senhor podia aprender com seus pais todas as coisas que as crianças aprendem: aprender a falar,aprender a comer, aprender a obedecer, mesmo sendo Ele Deus e tendo tudo isso conhecido por ser Deus, tendo tudo isso conhecido por ter a visão angélica, o conhecimento infuso dos anjos e, no entanto, como homem Ele podia aprender. E aprendeu. Aprendeu a obedecer a seus pais, São José, pai adotivo, e Nossa Senhora, a verdadeira mãe de Nosso Senhor. Então essa comunhão de Nossa Senhora tendo seu Filho no colo, tendo seu filho para ensinar, é uma nova forma de comunhão que Nossa Senhora passa a ter com Jesus, sem perder as outras, de maneira nenhuma. Ela continua acumulando novas comunhões, novos tipos de comunhão com seu Filho.

Comunhão com a missão de Jesus

Jesus vai crescer. E depois desse tempo de educação Jesus vai passar um tempo de preparação para a missão de vir ao mundo para morrer na cruz por nós. Então Nossa Senhora passa a ter uma comunhão com amissão de Jesus. E essa comunhão vai leva-la ao martírio. Ela é rainha dos mártires por causa disso. Depois de ter passado sua preparação, depois de ter comungado com Jesus pregando o seu evangelho, Nossa Senhora vai estar ao pé da cruz para ver Jesus oferecendo sua vida por nós. E essa comunhão dolorosa de Nossa Senhora junto a Jesus é uma nova comunhão que também ela quis passar. Ela aceita comungar com a morte de Jesus, com a morte do seu próprio filho. Ela quis comungar com as alegrias de saber que seria mãe de Deus e de carregar Jesus no seu seio e dar à luz a Jesus, e ensina-lo, e alimenta-lo… agora ela vê seu filho sendo morto. E com que sofrimento! O sofrimento de Nossa Senhora é muito maior do que o sofrimento de qualquer mãe vendo seu filho ser morto,crucificado ou não, porque Nossa Senhora não tendo o pecado original, tem a sensibilidade mais perfeita dentre todas as mulheres. E essa perfeição de sensibilidade fazia com que o sofrimento dela fosse verdadeiramente um martírio.

Comunhão com Nosso Senhor ressuscitado

E Nossa Senhora vê seu Filho morrendo na cruz, acompanha seu Filho morrendo na cruz. Isso traz para ela uma nova característica de comunhão com Nosso Senhor. Mas Jesus ressuscita! Três dias depois de morrer,Jesus ressuscita e aparece para Nossa Senhora. Regina Caeli Laetare, aleluia! É avisada pelo próprio Cristo que Ele ressuscitou. Nossa Senhora passa a ter então uma outra comunhão com Nosso Senhor enquanto Ele está presente ressuscitado aqui na terra. E depois Ele sobe ao Céu. Ela vai então passar a formar a Igreja de Jesus Cristo, a Igreja Católica. Nossa Senhora reúne-se com os apóstolos no Cenáculo. Todos escondidos,com medo dos judeus, que já estavam perseguindo. Eles ficam ali, dez dias em retiro preparando-se porque virá o Espírito Santo. Nosso Senhor foi pro Céu.

A comunhão sacramental

E depois Nossa Senhora, nesse tempo em que ela está na ausência de Nosso Senhor, vai comungar de um modo muito especial, que é a comunhão sacramental. Nosso Senhor na cruz tinha dado Nossa Senhora aos cuidados de São João Evangelista. E São João, apóstolo, celebrava a missa todo dia e dava a comunhão, ou seja, corpo, sangue, alma e divindade de Jesus para a mãe d’Ele. E ela comungava conhecendo perfeitamente quem era aquele Cristo que ela recebia de forma sacramental, milagrosamente presente na Sagrada Hóstia, mas era o mesmo Jesus que ela concebera, que ela dera à luz, que ela educara,que ela vira morrer. Todas essas etapas da comunhão de Nossa Senhora agora se transformaram numa hostiazinha e ela vem comungar com São João Evangelista, como vocês vão comungar hoje.

Devemos comungar como Nossa Senhora

E nós, como que nós comungamos? Toda comunhão nossa deve ser a comunhão de Nossa Senhora, a vida toda. Será sempre essa lembrança de que nós comungamos como Nossa Senhora comungava, que nós conhecemos Jesus como Nossa Senhora conhece.

Comunhão Eterna

Depois Nossa Senhora subiu pro Céu. Ela vai pro Céu com corpo e alma. Está sentada no seu trono como estaremos também um dia lá no Céu, com corpo e alma. E a comunhão dela hoje na glória é completamente diferente da comunhão sacramental, completamente diferente das comunhões que ela teve com Jesus aqui na terra. Agora é a comunhão eterna, é uma comunhão para sempre, é a comunhão da felicidade que nós teremos no Céu. Tudo isso mostra para nós como é importante comungarmos de verdade, com toda piedade, prestando atenção naquilo que estamos recebendo. Temos que procurar o modelo de Nossa Senhora nas nossas comunhões para que todos os dias que nós recebemos Jesus no coração, nós recebamos como se fosse a primeira vez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.