Novena de Natal – Segundo dia

Novena de Natal

Nenhum comentário

17  DE DEZEMBRO

Oração para todos os dias

Ó Jesus vivendo em Maria
vinde viver em vosso servo
com o espírito de vossa santidade
com a plenitude de vossas forças
na retidão de vossos caminhos
na verdade de vossas virtudes
na comunhão de vossos mistérios
para dominar as forças adversas
com o vosso Espírito, para a glória do Pai. Amém.

Texto Bíblico (para meditação): São Lucas I,26-38

“Foi enviado por Deus o anjo Gabriel a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão que se chamava José, da casa de Davi, e o nome da Virgem era Maria.  E entrando o anjo onde ela estava disse-lhe:  Deus te salve, cheia de graça, o Senhor é contigo. Bendita és tu entre as mulheres.  E ela, tendo ouvido estas coisas, turbou-se com as suas palavras, e discorria pensativa que saudação seria esta.  E o anjo disse-lhe:  Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus; eis que conceberás no teu ventre e darás à luz um filho e por-lhe-ás o nome de Jesus.  Este será grande, e será chamado Filho do Altíssimo e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi;  e reinará eternamente na casa de Jacó e o seu reino não terá fim.  E Maria disse ao anjo:  como se fará isso, pois eu não conheço varão?  E respondendo o anjo disse-lhe: o Espírito Santo descerá sobre ti e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra.  E por isso mesmo, o santo que há de nascer de ti, será chamado Filho de Deus. Eis que também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na sua velhice. E este é o sexto mês da que se diz estéril, porque a Deus nada é impossível.  Então disse Maria:  Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.  E o anjo afastou-se dela.”

Hino litúrgico

Ressoa clara a voz
que aos sonhos afugenta
Já perto para nós,
o Cristo se apresenta.

A alma entorpecida
sacode o vão torpor:
Já brilha o sol da vida
que vence a crua dor.

Do céu desce o Cordeiro
que vem pagar por nós
Para o perdão ligeiro
ergamos nossa voz.

Para que ao vir de novo
Julgar o mundo aflito
Proteja então seu povo
lembrando o seu grito.

Ao Pai e ao Filho glória
ao Espírito também
Louvor honra e vitória
nos séculos. Amém.

Antífona do Magníficat (do dia 17 ao 23 as antífonas do Magníficat são as chamadas “antífonas Ó”, cantadas ao som dos sinos, nos mosteiros e que pedem a Jesus que venha pelo seu nascimento).

Ó sapientia quae ex ore Altíssimi prodiisti,attingens a fine us que ad finem, fórtiter suaviterque dispones omnia: Veni ad docendum nos viam prudentiae.Ó sabedoria que saindo da boca do Altíssimo atinges o universo de uma extremidade a outra, e dispõe forte e suavemente todas as coisas:
Vinde ensinar-nos o caminho da
prudência.

Magníficat (faz-se o sinal da cruz)

Magníficat anima mea Dominum 
Et exultávit spíritus meus in Deo salutari meo 
Quia respexit humilitatem ancillae suae, ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes. 
Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen ejus. 
Et misericórdia ejus a progenie in progenies, timentibus eum 
Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui. 
Depósuit potentes de sede et exaltávit húmiles. 
Esurientes implévit bonis, et dívites dimísit inanes. 
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericórdiae suae. 
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini ejus in saecula.


Glória Patri et Filio et Spíritui Sancto. 
Sicut erat in princípio et nunc et semper et in saecula saeculórum. 
Amén.
Minha alma engrandece ao Senhor 
E meu espírito exulta em Deus meu
salvador. 
Porque pôs os olhos na sua
escrava, eis que todas as gerações me chamarão bem-aventurada. 
Grandes maravilhas fez em mim o
Onipotente, cujo nome é santo. Cuja misericórdia se estende de geração em geração, sobre todos os que O
temem. 
Manifestou a força do seu braço,
dissipou aqueles que se orgulhavam nos seus pensamentos. Depôs do
trono os poderosos e elevou os
humildes 
Encheu de bens aos famintos,
deixou aos ricos vazios. 
Protegeu Israel seu servo, lembrado de sua misericórdia. 
Assim como prometera a nossos
pais, a Abraão e a todos os seus
descendentes. 

Glória ao Pai ao Filho e ao Espírito
Santo 
Assim como era no princípio agora e sempre por todos os séculos dos
séculos. Amém.
Ó sapientia quae ex ore Altíssimi prodiisti,attingens a fine us que ad finem, fórtiter suaviterque dispones omnia: Veni ad docendum nos viam prudentiae.Ó sabedoria que saindo da boca do Altíssimo atinges o universo de uma extremidade a outra, e dispõe forte e suavemente todas as coisas:
Vinde ensinar-nos o caminho da
prudência.

V/ Orvalhai do alto, ó céus, e que as nuvens chovam o justo.

R/ Que a terra se abra e germine o Salvador.

Oremos

Benigníssimo Deus de infinita caridade, que tanto amastes os homens, que lhes destes, em vosso Filho, a maior prenda do vosso amor para que, feito homem nas entranhas de uma Virgem, nascesse em um presépio para nossa salvação e remédio; eu, pobre mortal, vos dou infinitas graças por tão soberano benefício. Em troca dele, vos ofereço a pobreza, a humildade e as demais virtudes do vosso Filho humanado, suplicando-vos por seus divinos méritos, pelo desconforto em que nasceu e pelas ternas lágrimas que derramou no presépio, disponhais nossos corações com humildade profunda, com amor ardente, com tal desprezo de tudo que é terreno, para que Jesus recém-nascido encontre neles sua morada eterna. Amém.

Pai Nosso,

Ave Maria e

Glória…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.