Arquivo da tag: Devoções

Oração para oferecer o coração a Maria Santíssima no último dia do mês de maio

Santíssima Virgem Maria, Mãe de meu Jesus, eu, o mais indigno de todos os pecadores, prostrado a vossos pés na presença de Deus Onipotente e de toda a corte celeste, vos apresento e ofereço meu coração com todos os seus afetos. E eu vo-lo dedico e consagro em sacrifício perene e quero que ele seja sempre vosso e do vosso querido Filho, meu Senhor Jesus Cristo. Mãe amorosíssima, aceitai a sincera e devota oferta que vos faz este vosso indigno filho, e fazei que eu principie desde agora e continue sem interrupção a viver unicamente para Deus e para vós. Assim o espero, assim o proponho, confiando nos auxílios da divina graça, que vossa eficaz proteção e amorosa assistência me afiançam. Jesus e Maria, recebei meu tíbio coração e colocai-o entre os vossos santíssimos corações para que, inflamado em vosso ardente amor durante o tempo de minha vida, se abrase depois em suavíssimos afetos para convosco no Céu, em companhia dos Anjos e dos Santos. Amém.

Consagração à Santíssima Virgem

Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e minha Mãe, Rainha do Céu e da terra, obra prima das mãos do Onipotente, digno objeto das complacências da Santíssima Trindade, espelho admirável de todas as virtudes, permiti que no fim deste mês de salvação e de graças me lance a vossos pés para vos oferecer a homenagem do meu reconhecimento e da minha inteira consagração. Eu desejara, ó Mãe de bondade, possuir os corações de todos os homens, para vo-los apresentar; quisera a cada instante tributar-vos todas as honras que os Anjos e Santos vos tributam e vos hão de tributar para sempre no Céu. Mas, sendo impossível satisfazer aos meus desejos, quero ao menos fazer tudo quanto está ao meu alcance. Prostrado junto de vosso majestoso trono, com o coração repassado da mais profunda veneração e do mais entranhável amor, na presença do Santo Anjo da minha guarda e de toda a corte celeste, vos escolho por minha Rainha, minha Soberana Senhora, minha Protetora e minha Mãe. E nesta qualidade vos consagro por uma dádiva inteira e irrevogável meus bens, meu corpo, minha alma, meus sentidos, minhas faculdades, minha pessoa e minha vida. Tomo a resolução de nunca me envergonhar do vosso culto, de defender vossa honra contra todos aqueles que quiserem atacá-la na minha presença, e de me gloriar sempre de ser vosso servo e vosso filho submisso e obediente. Nunca deixarei passar um só dia, sem que vos tribute minha vassalagem e vos dirija minhas orações. Ó minha amável Mãe, como poderia eu esquecer-me de vós um só dia, se vós todos os dias vos lembrais de mim e não cessais de ocupar-vos da minha felicidade?

Ó Virgem Santíssima, eis aqui, pois, desde este momento todo consagrado ao vosso serviço. Eu sou vosso, pertenço-vos inteiramente. Quanto não posso, quanto não devo esperar debaixo de vosso amável império! Permiti que no meio da alegria que sinto ao considerar tanta ventura, eu comece a por em prática esta piedosa confiança que me inspirais. Deste vale de lágrimas invoco a vossa assistência. Bem vedes os perigos que me cercam. Vedes o furor dos inimigos que me atacam. Sois a dispensadora das graças, podeis tudo para com Deus. E, enfim sois minha Mãe amabilíssima, e a mais terna das mães. Seria possível, ó Virgem Maria, que vos interessásseis menos na minha salvação do que o inferno se interessa na minha perda? Ó Mãe de bondade, Mãe de misericórdia e de amor, tende compaixão de uma alma que se gloria de pertencer-vos. Afastai os perigos a que estou exposta, dissipai os meus cruéis inimigos, sustentai minha fraqueza, assisti-me em todos os momentos de minha vida, dirigi-me até o fim da minha carreira no mar tempestuoso deste mundo, e conduzi-me ao porto da feliz eternidade, onde espero bendizer-vos, louvar-vos e amar-vos com todos os escolhidos sem reserva e sem fim. Amém.