Arquivo da tag: Nossa Senhora

MÊS DE MARIA – Vigésimo primeiro dia: Sobre a aparição do Salvador à sua Divina Mãe depois de ressuscitado

1. Alegria de Maria vendo seu Filho ressuscitado;
2. Vendo-o revestido de glória e de imortalidade;
3. Vendo-o rodeado de seus discípulos, que o tinham abandonado. Continuar lendo MÊS DE MARIA – Vigésimo primeiro dia: Sobre a aparição do Salvador à sua Divina Mãe depois de ressuscitado

MÊS DE MARIA – Vigésimo dia: As Dores de Maria Santíssima

Observação Importante

Eis-nos chegados ao vigésimo dia do mês de Maria. Quanto não seremos felizes se tivermos sido fiéis em tributar-lhe todos os dias nossos cultos, como nós tínhamos proposto! Quanto não terá sido sensível seu coração maternal a estes testemunhos de nosso amor tantas vezes reiterados! Que tesouro de graças não devemos esperar desta Divina Mãe se continuarmos no decurso de todo este mês a honrá-la e a invocá-la com um fervor sempre novo! Procuremos, pois, hoje reanimar em nossos corações os sentimentos de confiança e de devoção para com a Santíssima Virgem. Poderemos empregar para este fim as seguintes práticas:
1. Examinar como temos passado esta duas dezenas do Mês de Maria, e humilhar-nos pelas omissões de que nos reconhecermos culpados;
2. Propor-nos servir a Mãe de Deus com mais fidelidade durante esta nova dezena e prever o que faremos para a honrar e para lhe agradar.
3. Fazer uma nova distribuição de bilhetes e aplicar-nos com mais zelo à prática da virtude que tirarmos por sorte;
4. Fazer hoje alguma boa obra extraordinária em honra de Maria, tal como uma esmola mais considerável, uma ação de caridade, uma prática de humildade ou de mortificação mais contrária à natureza;
5. Rezar com particular devoção o ofício da Santíssima Virgem, ou o da Imaculada Conceição, ou o Rosário, ou a Coroa, ou os sete Gozos, ou qualquer outra oração.
6. Comungar neste dia ou ao menos no domingo mais próximo, segundo o conselho do confessor, a fim de nos reanimarmos no amor de JESUS e de Maria.
Continuar lendo MÊS DE MARIA – Vigésimo dia: As Dores de Maria Santíssima

A Igreja nos ensina que Nossa Senhora é Medianeira de Todas as Graças

Seguem excertos de documentos magisteriais onde a Igreja expõe a magnífica doutrina de que Maria é medianeira de todas as graças que nos vêm do céu:
“… pode-se com toda verdade e rigor afirmar que, por divina disposição, nada nos pode ser comunicado, do imenso tesouro da graça de Cristo […]senão por meio de Maria. De modo que, assim como ninguém pode achegar-se ao Pai Supremo senão por meio do Filho, assim também, ordinariamente, ninguém pode achegar-se a Cristo senão por meio de sua Mãe.
Quanta sabedoria e misericórdia resplandece nesta disposição da Divina Providência! Que compreensão da debilidade e fragilidade humana! De fato, nós cremos na infinita bondade de Cristo, e por ela lhe rendemos louvor; mas também cremos na sua infinita justiça, e desta temos temor.” (OCTOBRI MENSE, LEÃO XIII ) 

Continuar lendo A Igreja nos ensina que Nossa Senhora é Medianeira de Todas as Graças